VERDADE

 

 O poema Verdade, de Carlos Drummond de Andrade, pode dar uma contribuição significativa no desenvolvimento das competências de tomar decisão em grupo, negociar e integrar idéias divergentes, ouvir atentamente opiniões e idéias diferentes, …

No poema,  o tema da relatividade e incompletude da verdade pessoal é posto de forma simples e sensível. Por isso, a poesia pode ser usada em diferentes situações de aprendizagem. Colocada no início da atividade, por exemplo, a leitura prévia do texto ajuda a atenuar os antagonismos e contribui para o fluir satisfatório do debate.

VERDADE

                                                  

 A porta da verdade estava aberta,

mas só deixava passar

meia pessoa de cada vez.

 

Assim não era possível atingir toda a verdade,

porque a meia pessoa que entrava

só trazia o perfil de meia verdade.

E sua segunda metade

voltava igualmente com meio perfil.

E os meios perfis não coincidiam.

 

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.

Chegaram ao lugar luminoso

onde a verdade esplendia seus fogos.

Era dividida em metades

diferentes uma da outra.

 

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.

Nenhuma das duas era totalmente bela.

E carecia optar. Cada um optou conforme

seu capricho, sua ilusão, sua miopia.

 

 

                                           Carlos Drummond de Andrade

 

NO MEIO DO CAMINHO

 

Aldeia -Portugal

Aldeia -Portugal

O poema de Drummond, embora famoso, costuma despertar algum estranhamento ou desconforto. Bom para uma pausa, chamar a atenção, introduzir uma análise das dificuldades encontradas no fazer. Assim foi usado no projeto Letramento Digital, destinado à inserção digital de pessoas com dificuldades de leitura e escrita.

 

No meio do caminho tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho

Tinha uma pedra

No meio do caminho tinha uma pedra.

 

Nunca me esquecerei desse acontecimento

Na vida de minhas retinas tão fatigadas.

Nunca me esquecerei que no meio do caminho

Tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho

No meio do caminho tinha uma pedra

 

 

Poesia Completa / Carlos Drummond de Andrade. – 1ª ed. -Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar S.A., 2002

 Clique aqui para entrar na página No Meio do Caminho do Letramento Digital e conhecer, em detalhes, a sessão de aprendizagem que utiliza o poema. Trata-se de um excerto do manual do docente do Projeto Letramento Digital, elaborado pela Germinal Consultoria em parceria com o SENAC/Rio.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 100 outros seguidores